Tratamento Alongamento

Imprimir Por Administrador 12/11/2007

MENSAGEM PARA 2017

Prezado (a) Amigo (a), como vai?
Chamo-me RODOLFO CORREA LIMA e sou Presidente do CECTH – Centro de Estudos do Corpo e Terapias Holísticas S/C Ltda.
Faço um convite para que venha conhecer nossa empresa.




Saiba mais, clique no link


INTRODUÇÃO

RELAXE NO TRABALHO
“O que você acha de trabalhar melhor e passar essas horas do dia mais feliz? Pois saiba que fazer determinados exercícios sem sair do trabalho trazem benefícios incríveis para sua saúde”.

Acordar cedo, enfrentar trânsito para chegar no trabalho, resolver dezenas de pendências durante o dia, cuidar da casa, da família... ufa! Cumprir os inúmeros deveres do dia-a-dia não é das tarefas mais fáceis, tampouco relaxantes. E em meio a essa rotina agitada, muitas vezes, as pessoas se esquecem de realizar um “compromisso” fundamental: dar o merecido descanso ao corpo e à mente.

Se você pensou “mas a que horas?”, não se preocupe, pois a resposta é simples: durante o trabalho. Fazer pausas e exercícios suaves em pleno expediente é muito importante, não apenas para aliviar as tensões do corpo e refrescar as idéias, mas, principalmente, para prevenir doenças.

Existe até mesmo uma norma regulamentar de segurança e saúde, a N.R.17 do Ministério da Saúde, que prevê, entre outros pontos, que para cada 50 minutos trabalhados deve-se descansar dez minutos, nos casos de quem trabalha com digitação. “É uma das maneiras de prevenir doenças de origem ocupacional como LER (Lesão por Esforço Repetitivo, também conhecida como DORT - Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho)”.

Além das condições ergonômicas oferecidas (mesas, cadeiras e outros instrumentos, que devem ser adequados) pela empresa, o fator emocional conta muito quando o assunto é saúde no trabalho. Se a pessoa não tem como descarregar seus conflitos, o corpo acaba recebendo essa carga como tensão muscular; conseqüentemente, os movimentos rotineiros serão feitos de maneira mais pesada e poderão ocasionar vários distúrbios.

Quem acha que somente os digitadores e trabalhadores de linha de montagem são alvo da LER, engana-se redondamente. Embora bancários, digitadores e jornalistas liderem as estatísticas, doenças como a tendinite, a tenossinovite e a bursite (as mais conhecidas, entre outras) atingem até mesmo as donas de casa. Para se ter uma idéia, a cada 100 trabalhadores de região Sudeste, por exemplo, um é portador de LER, de acordo com a Organização Mundial da Saúde.

Os números relativos ao território nacional também revelam que em 70% dos casos registrados as vítimas são mulheres. Isso acontece por vários fatores: a mulher tem menos vasos sanguíneos, menos corrente sanguínea, ou seja, a oxigenação do sangue é menor. E se a musculatura da mulher é muito menos irrigada que a do homem, a probabilidade de lesão é maior. Os hormônios femininos, que ajudam na parte dos ligamentos, vão diminuindo com a idade. Além disso, muitas delas, enfrentam dupla jornada, trabalham dentro e fora de casa.

VIVA FELIZ NO TRABALHO

A solução para ficar livre desses distúrbios ocupacionais é atentar aos móveis e outras condições de trabalho, fazer alguns exercícios de alongamento durante o expediente, não permanecer sentado por um longo período e, se possível, mudar de função de tempos em tempos – algumas empresas já trabalham com essa espécie de rodízio.

As pausas e os relaxamentos físicos são importantes, mas não suficientes para garantir uma vida feliz no trabalho: a ligação da pessoa com o ambiente profissional é fundamental. É preciso ter uma relação prazerosa com o trabalho. A pessoa tem de perceber que seu papel é importante tanto para a empresa, quanto para a comunidade, além de enxergar a possibilidade de progresso, de desenvolvimento profissional. Sem contar com a remuneração adequada e o espaço garantido para a vida pessoal e familiar.

Tudo isso, certamente, deve ser aliado a alguns exercícios para aliviar as tensões do dia-a-dia. É fundamental ouvir as necessidades do próprio corpo. Então, a regra é reservar alguns minutos do dia, mesmo que seja na empresa, para relaxar no melhor sentido da palavra.

O nosso principal objetivo, com esse projeto, é:

  • Promover o bem estar físico e mental dos seus funcionários;
  • Prevenir e eliminar as causas do Stress;
  • Melhorar a produtividade;
  • Aumentar a auto percepção, o autocontrole, e a motivação;
  • Reduzir o número de acidentes no trabalho;
  • Reduzir custos operacionais;
  • Valorizar os funcionários e seus dependentes;
  • Aumentar a auto-estima;
  • Estimular a criatividade e a liderança;
  • Promover a cooperação e a comunicação entre funcionários e lideranças, melhorando as relações humanas;
PROJETO “Ginástica Laboral”
ALONGUE SUA QUALIDADE DE VIDA!!!

Você é do tipo que só se lembra do corpo quando sente uma dorzinha aqui ou ali? Pois saiba que o organismo pode ser prejudicado por sensações, muitas vezes simples, capazes de bloquear a musculatura e causar desequilíbrio em virtude da tensão. Quantos problemas não passam pela mente e se instalam no corpo? Está mais do que confirmada – não é de hoje – a relação entre os aspectos físico e emocional, antes mesmo do nascimento.

Em seu livro, “Descubra a sabedoria do seu corpo”, Mirka Knaster escreve que, na terceira semana de vida, o embrião tem três camadas de células. De uma delas, é criada a pele, o cérebro e o sistema nervoso. Isso significa que do mesmo grupo de células se desenvolvem as estruturas que permitem ter emoções e sensações físicas.

O que fazer diante dessas informações?

“Relaxar e reparar o que não está bem”.

Com todas as tensões que cercam o dia-a-dia, principalmente nascidas por questões emocionais, como a ansiedade, a prática do alongamento pode – e muito – tornar longo ou estender, conforme define o dicionário, não só a musculatura, mas a qualidade de vida. “O alongamento desbloqueia regiões musculares e é capaz de fazer com que as pessoas adquiram autoconfiança”.

Aliás, segundo a professora, o corpo não deve ser percebido apenas quando já está lesado. Ele merece cuidados para que nem chegue a sofrer. O alongamento é considerado um ponto de equilíbrio entre uma tensão e um relaxamento, o que é ideal para manter distante as dores do corpo nascidas na mente.

BENEFÍCIOS DO ALONGAMENTO
  • Relaxa a mente;
  • Reduz tensões musculares;
  • Ajuda na coordenação motora, tornando os movimentos soltos e fáceis;
  • Desenvolve a consciência corporal;
  • Evita lesões quando executado antes e depois de uma atividade física intensa;
  • Ativa a circulação, desbloqueando tensões emocionais;
  • Melhora a auto-estima.
SEM CONTRA-INDICAÇÃO

Quem faz alongamento com regularidade e da maneira correta não precisa se preocupar com reflexos negativos. Esta prática trabalha o relaxamento muscular. O único problema, é em relação à postura, pois a musculatura deve ser trabalhada em seu eixo.

Todas as pessoas podem fazer alongamento, exceto aquelas impedidas por orientação médica.

AS EMOÇÔES DO CORPO

O corpo fala sobre a história emocional de cada um. Freqüentemente, é fácil reconhecer uma pessoa pela maneira de andar, mesmo à distância. Essas pistas revelam o estilo de vida, o comportamento das pessoas. Cabeça pendente, ombros caídos e soltos, tórax afundado, andar lento e pesado refletem sentimentos de fraqueza e derrota, ao passo que a cabeça ereta, ombros retos e soltos, tórax respirando naturalmente, denotam energia e autoconfiança.

Os padrões se tornam fixos com o tempo, produzindo crescimento, estrutura corporal e caracterizando a pessoa. Modelos musculares se formam em resposta aos cuidados oferecidos à criança no início de sua vida. Eles refletem-se, intensificam-se e sustentam-se mutuamente. Cada parte do corpo revela algo diferente sobre padrões estruturais, mentais e emocionais.

Veja exemplos a seguir:

  • COLUNA VERTEBRAL: Pessoas que apresentam problemas nas costas, em geral, demonstram um diálogo ruim entre corpo e mente. Gesticulam muito, como se isso fosse necessário para se expressar. Comumente têm participação motora no pensamento (resolvem problemas só com a mente). Quando separam o pensamento da ação, as dores nas costas melhoram com alongamento, desde que não haja lesões.
  • OMBROS: As dores ou tensão nos ombros estão relacionadas à figura mitológica de Atlas: Aquele que carrega o mundo nas costas. Geralmente, são pessoas que assumem mais responsabilidade do que dão conta. A capacidade de apanhar o que se quer, de agredir ou de remover obstáculos – tudo envolve os ombros. Eles demonstram fadiga ou bloqueios.
  • PESCOÇO: Sustenta a cabeça, a parte nobre do corpo, o lado racional. Protege de tudo o que vem de baixo, como emoções, sentimentos, estímulos ou sensações sexuais. É, em geral, uma das áreas do corpo onde se junta mais tensão.
  • ROSTO: Comunica e expressa. É a tela onde as pessoas mostram ao mundo quem são ou como estão. Um rosto imutável é apenas uma máscara que se exibe ao mundo. Quando se passa a impressão de inocentes, espera-se que nada seja exigido. Da mesma forma, a demonstração de ansiedade ou pânico está ligada à esperança de consolo.
  • LOMBAR: Não há como falar desta região sem citar a pelve. Articuladas, ambas pertencem ao sistema de bacia pélvica, o que pressupõe relação com a sexualidade. Para se ter uma vibração saudável, a pelve e a região lombar devem estar liberadas, e o fluxo de sensações sexuais desobstruído. Quando a pelve é mantida imóvel, para frente ou para trás, impedindo esse fluxo, surgem dores lombares. Essas posturas criam tensão nos músculos da base das costas, situação que se agrava quando se passa por stress adicional.
POR QUE DÓI?

“Se alguém sugerir que uma parte do seu corpo abriga determinada emoção, não vá logo aceitando isso como verdade. Tome consciência do que sente nesse local. Focalize a sensação ligada a essa área: conforto, calor, rigidez, frio, enjôo, peso, dor, suavidade, amortecimento. Surgiu alguma imagem? Ao concentrar a atenção nessa área você pensou, de repente, em alguma pessoa ou incidente? Teve alguma lembrança? Qual o sentimento ligado a essa área: raiva, amor, dor, remorso, conflito? Procure saber o que seu corpo retém nesse lugar.”

LINK: REVISTA CLAUDIA


OBSERVAÇÕES
  • Dependendo do número de interessados nos Cursos, o CECTH reserva-se ao direito de alterar datas, horários ou mesmo cancelar o programa;
  • Vagas limitadas – Favor confirmar a inscrição até uma semana antes do início do curso pretendido;
  • Nossos cursos enquadram-se na categoria de CURSOS LIVRES, não estando, pois, sob a tutela do MEC (Ministério da Educação), não sendo reconhecido por este, inexistindo tal obrigatoriedade nesta classificação;
  • Em poder de nosso certificado, o profissional poderá montar seu próprio consultório, trabalhar em hospitais, clínicas, academias, fazer atendimentos a domicílio, etc;
  • Prática supervisionada em nosso AMBULATÓRIO;
  • Possibilidade de participação nos projetos de "RESPONSABILIDADE SOCIAL" de nossa empresa;


GOSTARÍAMOS DE AGRADECER A TODOS NOSSOS AMIGOS A AUTORIZAÇÃO PARA EXPOSIÇÃO DE SUAS IMAGENS EM NOSSO SITE.


OBSERVAÇÃO IMPORTANTE

Todas estas técnicas são alternativas,
para a melhoria de sua qualidade de vida,
não devendo substituir o tratamento médico.

Você é muito importante para nós!!!

AMBULATÓRIO - Visite nossos Ambientes de Aprendizagem

A bibliografia que utilizamos para desenvolver esta página é encontrada no link BIBLIOGRAFIA neste site.


DADOS PARA DEPÓSITO BANCÁRIO

Após realizar o depósito, entrar em contato conosco através do telefone (21) 3155-7984 / 99628-6385
Fazemos um convite para que venha conhecer nossas instalações antes de efetuar o depósito.

BANCOS PARA DEPÓSITO EM CONTA CORRENTE

Favorecido: CECTH – Centro de Estudos do Corpo e Terapias Holísticas S/C Ltda.

BANCO ITAU

Ag. 6104 CC: 78134-6

 

Aceitamos:

visa