Tratamento Iridologia

Imprimir Por Administrador 28/04/2012

MENSAGEM PARA 2017

Prezado (a) Amigo (a), como vai?
Chamo-me RODOLFO CORREA LIMA e sou Presidente do CECTH ‚Äď Centro de Estudos do Corpo e Terapias Hol√≠sticas S/C Ltda.
Faço um convite para que venha conhecer nossa empresa.




Saiba mais, clique no link


HISTORIA DA IRIDOLOGIA

Essa técnica teve a sua origem no inicio do século 19. Certo dia, um jovem chamado Ignatz Von Peczley, que morava próximo a Budapeste, na Hungria, capturou uma coruja. O rapaz que na época tinha onze anos, lutou com o assustado pássaro e se viu preso em suas garras. Tentando livrar-se da coruja acidentalmente quebrou uma perna da coruja. Assim que o jovem e o pássaro cruzaram olhares, o rapaz observou uma listra negra surgindo no olho da coruja, ele enfaixou a perna do pássaro e cuidou dele até que se restabelecesse, quando o colocou em liberdade. Mas a coruja permaneceu no jardim por vários anos e Von Peczley observou o aparecimento de linhas brancas e tortuosas no local da listra negra, a qual havia se tornado um pequeníssimo ponto preto, cercado pelas linhas e por sombras.

Quando Ignatz cresceu, formou-se em medicina e jamais se esqueceu do incidente com a coruja. O trabalho em salas de cirurgia, deu-lhe a oportunidade de observar as √≠ris de pacientes acidentados ou indica√ß√Ķes para cirurgias. Um estudo sobre as transforma√ß√Ķes nos olhos, coincidindo com traumatismos, cirurgias ou doen√ßas, o convenceu de que havia um relacionamento entre a √≠ris e o resto do corpo.

IridologiaCriou-se então o primeiro mapa da íris, baseado em suas descobertas.

A Iridologia progrediu muito desde o s√©culo passado. Numerosos m√©dicos e cientistas tem se mostrado dedicados a ela e revisto e ampliado o mapeamento das √≠ris. O Dr. Bernard Jensen, c√©lebre irid√≥logo e nutricionista, introduziu essa ci√™ncia nos Estados Unidos e elaborou um dos mais completos mapas das √≠ris. O mapa iridol√≥gico desenvolvido por Jensen representa todos os √≥rg√£os do corpo, com a √°rea pupilar correspondendo ao umbigo e os demais √≥rg√£os circundando esse n√ļcleo, irradiando-se como raios de uma roda. Adicionalmente, certos √≥rg√£os vitais, como os pulm√Ķes, rins, tire√≥ide, f√≠gado, etc., est√£o claramente tra√ßados, facilitando ao praticante detect√°-los com maiores detalhes na topografia das √≠ris.

IRIDOLOGIA ORG√āNICA

A Iridologia org√Ęnica √© a ci√™ncia e a pr√°tica que revela inflama√ß√Ķes no corpo f√≠sico, sua localiza√ß√£o e o est√°gio em que se encontram, atrav√©s de minuciosa observa√ß√£o da √≠ris, uma vez que estas exteriorizam as condi√ß√Ķes de sa√ļde, determinadas fraquezas inatas e as transi√ß√Ķes pelas quais o corpo de uma pessoa passa em decorr√™ncia de seu modo de vida. Essa an√°lise permite ao Iridologo relacionar pontos e sinais na √≠ris que estejam manifestando m√°s condi√ß√Ķes de √≥rg√£os do corpo.

Um experiente iridólogo sabe ler nas fibras das íris, que se apresentam como raios, mais abertos ou fechados, semelhante a uma roda de uma bicicleta, e localizar uma série de sintomas. Algumas fibras parecem sair da pupila, entrar na íris, para depois voltar à pupila, enquanto outras se originam na borda das íris, se encontram com as que vêm da pupila e depois voltam para borda da íris. Cada área onde duas fibras se encontram representa um plexo de nervos no corpo.

A an√°lise completa da √≠ris permite a observa√ß√£o de altera√ß√Ķes tissulares patol√≥gicas ou a poss√≠vel emin√™ncia delas, resist√™ncia e debilidade heredit√°ria, infec√ß√Ķes, inflama√ß√Ķes em todos os est√°gios, impregna√ß√Ķes por drogas, les√Ķes locais, destrui√ß√£o de tecidos, defici√™ncias nutricionais e desequil√≠brios bioqu√≠micos.

Iridologia
O que é o irisdiagnóstico?

Em linhas gerais:

O irisdiagn√≥stico estabelece exame visual por meio de lupas, fonte de luz E FOTOS DIGITAIS (IRIDOC√āMERA) da √ćris humana, visando conhecer o estado interno do individuo, segundo suas predisposi√ß√Ķes gen√©ticas e adquiridas, como tamb√©m, seu estado nutricional.

Pelo irisdiagn√≥stico podemos estabelecer os seguintes par√Ęmetros cl√≠nicos do homem:

  1. Deficiências nutricionais, como também as fraquezas constitucionais de órgãos e vísceras, além do estado de resistência ou debilidade constitucional humana;
  2. Indica o grau de toxidade de √≥rg√£os, gl√Ęndulas e tecidos org√Ęnicos. Al√©m do local exato do processo inflamat√≥rio no organismo humano e √°reas potencialmente doentes do organismo humano. Como tamb√©m as congest√Ķes linf√°ticas e a deple√ß√£o de minerais oligoelementos no organismo humano.
  3. E finalmente, o n√≠vel de circula√ß√£o sangu√≠nea nos v√°rios sistemas org√Ęnicos.

As bases dos irisdiagnósticos repousam sobre os seguintes fatos:

  • As mudan√ßas encontradas na √≠ris humana ocorrem em raz√£o da comunica√ß√£o direta do SISTEMA NERVOSO CENTRAL com este √≥rg√£o, com a participa√ß√£o do SISTEMA NERVOSO Aut√īnomos, via g√Ęnglio ciliar.
  • A cadeia nervosa Aut√īnoma tamb√©m faz deste circulo org√Ęnico. Portando qualquer tipo de altera√ß√£o org√Ęnica projeta-se Sistema Nervoso criando a modifica√ß√£o do padr√£o da colora√ß√£o e textura da √≠ris humana.
  • Em √°reas que correspondem na topografia da √≠ris humana h√° √≥rg√£o e regi√£o do mapa iridol√≥gico.

Iridologia

IRIDOLOGIA COMPORTAMENTAL

Há algo fascinante nos olhos do ser humano. Talvez seja o meio de comunicação menos compreendido e mais importante m nossa sociedade.

Em nossa hist√≥ria os olhos desempenham um papel sutil e profundo nas luas intrigas pelo poder. Civiliza√ß√Ķes ca√≠ram e cabe√ßas rolaram por causa das mensagens silenciosas que eles transmitem. Atores e modelos recebem muito dinheiro pelos olhos que t√™m. Os olhos expressam muito mais do que simples sentimentos generalizados. Eles tamb√©m transmitem determinadas atitudes e id√©ias.

Sempre pareceu um tanto engra√ßado o fato das pessoas passarem horas diante do espelho, mas √© raro elas aproveitarem a ocasi√£o para estudarem o "espelho da alma". A √≠ris √© o espelho da alma e reflete todos os processos da evolu√ß√£o humana. √Č muito ir√īnico que estejamos mais preocupados com nossa apar√™ncia exterior do que com o nosso interior.

Localizadas na √≠ris do olho est√£o √°reas espec√≠ficas que representam pensamentos, sentimentos e atitudes diferentes. Determinados padr√Ķes aparecer√£o no momento em que se utiliza o mapa da √≠ris no exame. A presen√ßa de uma caracter√≠stica J√≥ia, Flor ou Corrente em qualquer dessas √°reas ativa e intensifica a libera√ß√£o de um temperamento distinto.

Atrav√©s da an√°lise iridol√≥gica comportamental, e tra√ßado um perfil b√°sico do indiv√≠duo, com as marcas desde sua inf√Ęncia, que s√£o apresentadas na Iris deste mesmo indiv√≠duo.

Um pouco da historia

Tem-se conhecimento de que o grande Pai da Medicina, Hip√≥crates, que viveu por volta de 400 anos a.C, j√° recomendava que se olhasse sempre na √≠ris para ver se havia sujeira, mas foi no s√©culo XIX que o h√ļngaro Ignatz von Peczely desenvolveu o diagn√≥stico pela √≠ris. Quando crian√ßa, ele brincava com uma coruja que teve uma perna quebrada. Percebeu, ent√£o, que em determinado local da √≠ris apareceu um sinal, que foi se apagando na medida em que a coruja foi se curando. Depois, tornando-se m√©dico, ele come√ßou a observar nos seus pacientes se acontecia aquela "coincid√™ncia"; trabalhou no Hospital do Col√©gio de Medicina, em cirurgia, onde p√īde fazer mais compara√ß√Ķes; observou, tamb√©m, que determinados rem√©dios geravam altera√ß√Ķes na colora√ß√£o da √≠ris; e criou ent√£o, o primeiro mapa iridol√≥gico.

Como sempre acontece, as conclus√Ķes do m√©dico h√ļngaro geraram pol√™mica. Ele foi muito criticado, mas felizmente alguns colegas se interessaram pelo tema, estudaram e deram continuidade. Foi assim que, nos Estados Unidos, Bernard Jensen, depois de muitos estudos, aperfei√ßoou o mapa. J√° o leigo Denny Johnson recebeu condecora√ß√£o de doutor quando desenvolveu o m√©todo Rayid-ray (raio) e id (psique interior, o subconsciente), atrav√©s do qual identificava personalidades, tend√™ncias, relacionamentos de atra√ß√£o e rejei√ß√£o.

Iridologia

Este mapa dividido em 46 partes, relaciona-se com a abrangência das atitudes do individuo, e descrevendo como se relaciona com os fatos da vida passados e atuais. Também descreve o relacionamento com os pais e/ou criadores.

A IMPORT√āNCIA DAS DUAS AN√ĀLISES

Nós somos seres onde não existe divisão físico-emocional, portanto um lado está intimamente ligado ao outro, como por exemplo: se estivermos com qualquer tipo de dor física, isto influenciara decisivamente o lado emocional e vice-versa. Portanto quando realizamos a avaliação de iridologia, trabalhamos em conjunto as duas vertentes.

COMO S√ÉO FEITAS AS AVALIA√á√ēES

Em 2 consultas iridol√≥gicas, sendo a primeira onde realizamos uma anamnese e tiramos FOTOS DIGITAIS, INCLUSIVE UTILIZANDO MATERIAL ESPEC√ćFICO (IRIDOC√āMERA), al√©m de tamb√©m observarmos com uso de lupas e lanternas. Na segunda, ocorre a entrega dos dois laudos (org√Ęnico e comportamental). Atrav√©s destes laudos orientamos o cliente para melhorar os aspectos as serem trabalhados.

Iridologia


OBSERVA√á√ēES
  • Dependendo do n√ļmero de interessados nos Cursos, o CECTH reserva-se ao direito de alterar datas, hor√°rios ou mesmo cancelar o programa;
  • Vagas limitadas ‚Äď Favor confirmar a inscri√ß√£o at√© uma semana antes do in√≠cio do curso pretendido;
  • Nossos cursos enquadram-se na categoria de CURSOS LIVRES, n√£o estando, pois, sob a tutela do MEC (Minist√©rio da Educa√ß√£o), n√£o sendo reconhecido por este, inexistindo tal obrigatoriedade nesta classifica√ß√£o;
  • Em poder de nosso certificado, o profissional poder√° montar seu pr√≥prio consult√≥rio, trabalhar em hospitais, cl√≠nicas, academias, fazer atendimentos a domic√≠lio, etc;
  • Pr√°tica supervisionada em nosso AMBULAT√ďRIO;
  • Possibilidade de participa√ß√£o nos projetos de "RESPONSABILIDADE SOCIAL" de nossa empresa;


GOSTAR√ćAMOS DE AGRADECER A TODOS NOSSOS AMIGOS A AUTORIZA√á√ÉO PARA EXPOSI√á√ÉO DE SUAS IMAGENS EM NOSSO SITE.


OBSERVAÇÃO IMPORTANTE

Todas estas técnicas são alternativas,
para a melhoria de sua qualidade de vida,
não devendo substituir o tratamento médico.

Você é muito importante para nós!!!

AMBULAT√ďRIO - Visite nossos Ambientes de Aprendizagem

A bibliografia que utilizamos para desenvolver esta página é encontrada no link BIBLIOGRAFIA neste site.


DADOS PARA DEP√ďSITO BANC√ĀRIO

Após realizar o depósito, entrar em contato conosco através do telefone (21) 3155-7984 / 99628-6385
Fazemos um convite para que venha conhecer nossas instala√ß√Ķes antes de efetuar o dep√≥sito.

BANCOS PARA DEP√ďSITO EM CONTA CORRENTE

Favorecido: CECTH ‚Äď Centro de Estudos do Corpo e Terapias Hol√≠sticas S/C Ltda.

BANCO ITAU

Ag. 6104 CC: 78134-6

 

Aceitamos:

visa